Policiais doam ar-condicionado para criança que não conseguia dormir por conta do calor

Dois policiais militares do Rio de Janeiro doaram um aparelho de ar-condicionado para uma criança de 12 anos que possui paralisia cerebral. Por conta das altas temperaturas que o estado vem registrando, o menino não estava conseguindo dormir.

Ao entrar em uma loja de bijuteria de São Gonçalo, município que fica localizado na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, o sargento França Júnior encontrou Marcos Viana, pai do garoto. Após uma conversa sobre o calor que estava fazendo na cidade, o PM soube que o homem tinha um filho especial que, nesta época do ano, apresentava dificuldades para dormir.

"Conversei com meu parceiro de guarnição, o Cabo W. Coutinho, e ele topou dividirmos um ar-condicionado para o rapaz", disse o policial ao jornal Extra. Entretanto, antes de presentear o garoto com o aparelho, o sargento certificou se o pai do menino tinha condições de pagar a energia, que teria um aumento considerável no valor.

E depois de Marcos ter garantido que teria condições de assegurar o conforto do filho, os militares compraram o ar-condicionado e deram de presente ao menino.

"É muito difícil alguém chegar e fazer uma doação como essa. Fiquei sem acreditar. Já instalamos o ar-condicionado e, agora, o meu filho consegue dormir tranquilamente. Sou muito grata a estes policiais", afirmou a mãe do menino, Aline Vieira, de 35, ao Extra.

O Povo

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.