Pichações dizem que onda de ataques só vai parar com saída de secretário

Pichações em Fortaleza afirmam que ataques criminosos cessarão apenas se o secretário da Administração Penitenciária, Luís Mauro Albuquerque, sair do cargo.

“Não vamos parar até o secretário sair. Fora, secretário Mauro Albuquerque”, dizem as mensagens que foram deixadas nos muros de posto de saúde e escola municipal localizados no bairro Presidente Kennedy.

Este é o 4º dia de ataques criminosos no Ceará. Até o meio-dia deste sábado (5), o Sistema Jangadeiro já contabiliza 74 ataques em 22 municípios no estado.

As ações iniciaram após as declarações do secretário Luís Mauro Albuquerque, de que não reconhecia facções criminosas. Durante a posse, ocorrida no dia 1º de janeiro, ele adiantou que os presídios cearenses não serão mais divididos por facções.

Tribuna do Ceará

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.