Mais de 1,9 mil neurocirurgias são realizadas em cinco anos no Hospital Regional Norte

Foto: Divulgação/HRN
Sentindo fortes dores na coluna que prejudicavam seriamente sua mobilidade, Isaura Alves Cavalcante, 57, de Ibiapina, a 76 km de Sobral, foi inicialmente buscar tratamento em Fortaleza. Em um hospital de referência da capital, soube que o caso dela, hérnia de disco, poderia ser tratado pelo Serviço de Neurocirurgia do Hospital Regional Norte (HRN), em Sobral, da rede pública do Governo do Ceará.

“Eu sentia muita dor e muita dificuldade de andar”, lembra. Há três anos, ela passou pela primeira cirurgia e teve uma melhora considerável na qualidade de vida. Recentemente, após novas crises, Isaura descobriu mais uma inflamação em um disco vertebral e precisará de uma nova cirurgia. “A equipe é ótima aqui. Sou muito bem atendida. Estou esperando ficar sem dor”, conta.

Quando o serviço de neurocirurgia completou cinco anos de implantação, foram operados 1.932 pacientes, uma média de 300 pessoas por ano. Dentre as cirurgias, 50% foram relacionadas a problemas cerebrais, com mais de 100 cirurgias de aneurisma cerebral realizadas. Outros 40% foram por problemas de coluna e 10% outros como nervos superficiais.

O Hospital Regional Norte é referência na realização de procedimentos neurocirúrgicos complexos eletivos e de urgência em três áreas: cirurgias do crânio e do cérebro, da coluna vertebral e medula espinhal e dos nervos periféricos. São procedimentos complexos, cujos riscos de sequela são altos. No entanto, as taxas de complicações no HRN são baixíssimas: 0,7% mortalidade (óbito), 1% infecção cirúrgica e 1,9% outras complicações.

“Isso é possível graças à formação e experiência dos neurocirurgiões, a excelência da estrutura do HRN, que conta com equipamentos de ponta, a organização e competência dos serviços e profissionais que cuidam dos pacientes no perioperatório, incluindo anestesistas, médicos intensivistas, enfermeiros, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, nutricionistas, técnicos de enfermagem”, explica o neurocirurgião Keven Ponte.

Especialidade

A área de cirurgias crânio-cerebrais do HRN contempla as microcirurgias para tumores complexos do encéfalo, abrangendo tumores da base do crânio, da linha média e da fossa posterior; cirurgias endoscópicas da região hipofisária; microcirurgias de aneurismas e malformações arteriovenosas.

Já as cirurgias vertebro-medulares tratam tumores da coluna e da medula espinhal, malformações vertebrais e doenças degenerativas da coluna, inclusive através de artrodeses vertebrais complexas. As cirurgias de nervos periféricos são utilizadas no tratamento de tumores e compressões nervosas.

A capacidade técnica da Neurocirurgia do HRN contempla microscópios de última geração, neuronavegador completo, neuroendoscópio, aspirador ultrassônico, mesa cirúrgica específica, arcos cirúrgicos, motores de craniotomia e instrumental modernos.

Atendimentos

A estrutura de assistência do Hospital Regional Norte é ampla, com atendimento 24 horas em urgência e emergência em diferentes especialidades, entre elas: cirurgia geral, cirurgia vascular, cirurgia torácica, clínica médica, endoscopia alta e baixa, neurocirurgia, otorrinolaringologia, neonatologia, pediatria e obstetrícia. Referência única para urgências e emergências pediátricas e referência para urgências e emergências clínicas e cirúrgicas adulta.

Hospital de alta complexidade, o HRN é referência para 55 municípios da zona norte do Estado do Ceará. Neste ano, até o mês de novembro, o Hospital Regional Norte realizou 638.134 atendimentos de emergência, consultas especializadas, internações, cirurgias e exames laboratoriais e de imagem. Desse total, foram 8.197 cirurgias.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.