Juiz baiano critica envio de policiais militares da Bahia para o Ceará

Foto: Mateus Dantas
Por conta dos últimos casos de violência, o Ceará recebeu neste domingo, 6, um contingente de 100 integrantes da Polícia Militar da Bahia, entre praças e oficiais, para atuarem em Fortaleza e no Interior. 

O acordo feito pelos governadores cearense, Camilo Santana, e baiano, Rui Costa, foi criticado pelo juiz da Vara de Execuções Penais e Medidas Alternativas da Comarca de Feira de Santana, na Bahia, Waldir Viana. Segundo ele, a disposição da equipe de policiais militares é ilegal. 

"A atuação de policiais militares baianos em outro estado da Federação padece de incontornável vício de legalidade - salvo quando convocados pela União, e em nome desta. O auxílio a um estado da Federação em circunstâncias excepcionais compete unicamente à União", disse ao Correio o juiz.

Os policiais baianos começaram o policiamento ostensivo na noite deste domingo. Eles não integram a Força Nacional da Segurança (FNS), que começou a atuar na noite deste sábado, 5. 

O Ceará deve receber ainda policiais de outros estados nordestinos. Foram capturados 110 suspeitos de envolvimento nos ataques e dois morreram em confronto, conforme a Secretaria da Segurança Pública do Ceará (SSPDS-CE). 

Do Correio
Via Rede Nordeste

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.