Romero garante que sofreu pênalti e fala em perseguição com o Corinthians

Ángel Romero teve uma grande chance de marcar um gol para o Corinthians aos 42 minutos do clássico contra o São Paulo, neste sábado, em Itaquera. O camisa 11, que está a 102 dias sem balançar as redes, acabou caindo depois de sofrer um contato do zagueiro tricolor, Bruno Alves.

Depois da partida, que acabou com o empate por 1 a 1, o atacante paraguaio falou sobre o lance e não titubeou.

“Foi muito pênalti. Eu estava na frente do jogador do São Paulo e a bola vinha na minha direção para eu fazer o gol. Eu estava perto do gol e ele estava atrás de mim. Não tinha como me jogar, eu ia fazer o gol e o cara do São Paulo me empurrou por trás, e eu caí. A gente fica revoltado com a situação, mas a gente esqueceu isso, lutou com um jogador a menos até o último minuto”, disse.

Romero não acredita que a arbitragem esteja agindo com má intenção, cometendo erros de forma proposital, mas reclamou de perseguição com o Corinthians em função dos sucessivos erros que têm prejudicado o time do Parque São Jorge nesse Campeonato Brasileiro.

“Juiz é humano, todo mundo erra, mas sempre contra o Corinthians. Isso vem acontecendo não só nesse jogo, mas em vários jogos do Campeonato Brasileiro. A gente fica assim, revoltado. Uma situação difícil do time, onde a gente precisa dos pontos e acontece isso”, concluiu.

Gazeta Esportiva

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.