Candidatos chegam cedo e evitam "show dos atrasados" no segundo domingo de Enem

Neste domingo, 11, ocorre a segunda etapa do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018 em todo o Brasil. No Ceará, são 328.684 inscritos, que se dividem em 119 cidades. Desse total, 33,8% dos candidatos prestam o exame em Fortaleza. Na Universidade de Fortaleza (Unifor), a movimentação antes da abertura dos portões era intensa. Apesar da grande concentração de alunos no horário de entrada, o acesso foi tranquilo. E o índice de atrasados, menor.

Pontualmente às 11 horas, no horário local, os portões da Unifor foram abertos. Grande era a concentração no entorno da entrada principal.

Um grupo da Igreja Comunidade das Nações cantava e tocava violão próximo aos portões. A ação visava dar apoio aos candidatos, além de tentar trazer tranquilidade a eles. "É uma 'operação', vamos dizer assim, pra tentar acalmar a galera. Dar uma força, um apoio, através de músicas, empatia", relatou Caio Italo. Alguns dos participantes dessa ação não faziam parte da igreja, mas simpatizaram com a ideia e se voluntariaram a participar. "O intuito é o mesmo: ajudar e dar apoio a quem vai fazer a prova, para ir calmo e ter um bom desempenho", disse Caio.
Ian Azevedo Porto, de 22 anos, está prestes a se formar em Direito na Unifor, mas resolveu fazer o exame buscando vaga no curso de História da Universidade Federal do Ceará (UFC). 

Já formada em Ciências Contábeis, Derlange, de 46 anos, estava apressada para acessar o local de prova. Nem deu tempo de dizer o sobrenome. Buscando uma área totalmente diferente da sua primeira graduação, disse que pretende cursar Pedagogia.

Bruno Silva se mostrava animado para o segundo dia de provas. Na sua avaliação, a prova do dia 4 de novembro, domingo passado, foi mais difícil do que o esperado. "Era minha primeira vez fazendo, então eu achei bem cansativo. O que me tomou mais tempo foi o tema (da Redação). Foi um tema nada esperado, pelo que vinha dos anos anteriores, porém eu consegui fazer. Mas como foi a primeira vez, eu tive dificuldade". Ele projetava que as provas de hoje seriam mais tranquilas, já que era "na sua área". Neste domingo, os candidatos fazem questões de Matemática e suas Tecnologias e Ciências da Natureza e suas Tecnologias.  

A partir das 11h30min, o acesso na Unifor voltou a se intensificar. Os candidatos que aguardavam na área externa, acompanhados da família, amigos e profissionais das escolas onde estudam, começaram a entrar no local. 

Muitos passavam apressados, alguns correndo, prevenindo-se de atrasos. No entanto, apesar da pressa, o número de atrasados diminuiu bastante. Apenas uma mulher, que não quis falar com a imprensa, chegou cerca de dois minutos depois do fechamento dos portões. Ela tentou argumentar com o segurança, mas, ante a negativa, deixou o local visivelmente contrariada. 

Dez minutos depois do fechamento dos portões, apenas ambulantes, familiares e profissionais de escolas particulares estavam no local. Não houve correria como nas edições anteriores do exame.

O Povo

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.