Banco de Leite Humano do HRN troca experiências em workshop de qualidade


Buscando excelência em gerenciamento de leite humano com identificação adequada, planilhas de controle e distribuição segura, o Banco de Leite Humano do Hospital Regional Norte (HRN), em Sobral, da rede pública do Governo do Ceará, participará do Workshop de Qualidade em Banco de Leite Humano, que será realizado de 5 a 9 de novembro, pela Secretaria de Saúde do Governo do Estado no Hotel Plaza Praia Suítes, em Fortaleza-CE. Neste ano, até o fim de outubro, foram coletados 145 litros de leite humano no HRN, uma média de 14 litros por mês.

Raimunda Nonata Brandão Lima, de Mucambo, município do Ceará, deu à luz ao pequeno Antônio Arthur há pouco mais de 10 dias em sua cidade natal. Após complicações pós-parto, Raimunda e o bebê foram socorridos para o HRN. Nos primeiros dias de internação, ela precisou da ajuda dos profissionais do Banco de Leite para fazer a ordenha e atender as necessidades de leite necessário ao filho. “As enfermeiras ajudaram muito. Sozinha, eu não teria evoluído e hoje meu filho já consegue mamar”, comemora.

Samara de Andrade, coordenadora do Banco de Leite Humano do HRN, ressalta que o principal público do Banco de Leite do HRN são as mulheres que amamentam (nutrizes) e os bebês internados na neonatologia, contando ainda com o público externo que destina leite humano para doação. “Buscamos atender com qualidade esses bebês e as nutrizes que estão se recuperando do pós-parto. Garantimos a qualidade do leite ofertado para os bebês dentro da UTIN (Unidade de Terapia Intensiva Neonatal). O excedente passa pela pasteurização para que possamos fazer a distribuição a outros bebês internados em outras unidades”, explica. O Banco de Leite Humano do HRN é acreditado pela Organização Nacional de Acreditação (ONA) em nível 2, o que garante segurança da paciente e gestão integrada com os demais serviços.

Evento

O Workshop de Qualidade em Banco de Leite Humano irá capacitar cerca de quarenta profissionais de nove bancos de leite e de 28 postos de coleta no Ceará. O secretário-adjunto da Saúde, Marcos Gadelha, o coordenador da Rede Global de Banco de Leite Humano, João Aprígio, e a coordenadora do Banco de Leite Humano da Maternidade Januário Cicco, do Rio Grande do Norte, e a representante do Nordeste na Rede BLH, Ana Zélia Pristo Medeiros de Oliveira, estão entre os participantes do evento.

A Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano (rBLH-BR) é uma iniciativa do Ministério da Saúde, por intermédio de uma parceria entre o Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira da Fundação Oswaldo Cruz (IFF/Fiocruz) e o Departamento de Ações Programáticas e Estratégicas da Secretaria de Atenção à Saúde (DAPE/SAS). A rede de bancos de leite humano é a instância de articulação com o Sistema Único de Saúde (SUS) para implantar e implementar ações estratégicas definidas na Política Nacional de Saúde para o setor, conforme a Portaria nº 2.193, de 14 de setembro de 2006.

Compete aos bancos de leite humano promover, proteger e apoiar o aleitamento materno; operacionalizar o excedente da produção de leite de suas doadoras; executar as operações de coleta, seleção e classificação, processamento, controle clínico, controle de qualidade e distribuição do Leite Humano Ordenhado (LHO), em conformidade com os dispositivos legais vigentes. Também cabe aos bancos de leite responder pelo funcionamento dos Postos de Coleta a ele vinculados e buscar a certificação da qualidade dos produtos e processos sob sua responsabilidade.

Ascom Hospital Regional Norte

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.