Recuperado de lesão, Boeck elogia reserva Max e projeta confronto contra o Brasil de Pelotas


Recuperado de uma lesão lombar, Marcelo Boeck retornou aos treinamentos com o elenco do Fortaleza. O goleiro deixou o jogo contra o São Bento, no Castelão, sentindo dores nas costas. Na ocasião, acabou substituído por Max Wallef, que atuou praticamente todo o 2º tempo, na vitória por 2 a 1, pela Série B do Campeonato Brasileiro.

Boeck falou sobre o processo de recuperação, projetou o confronto contra o Brasil de Pelotas e  destacou o desempenho do garoto Max Wallef, que o substituiu na última partida

“Estou bem, vamos seguir o protocolo final e espero estar na próxima partida porque sem dúvidas é um jogo muito importante para os dois lados. O Brasil de Pelotas é sempre muito difícil de ser batido em sua casa. Temos que ter o máximo de atenção para sairmos de lá com um resultado positivo novamente como visitante”, disse o arqueiro.

“Max é um grande profissional, um excelente goleiro, com personalidade, e está preparado para todas as oportunidades que teve. Ele não sente o peso da responsabilidade e isso é uma vantagem que ele tem. Sem dúvidas, ainda vai evoluir bastante na sequência da carreira. Estarei na torcida por isso”, pontuou Boeck.

“Se mantivermos esse ritmo e essa regularidade, temos grandes chances de acesso este ano. O grupo é experiente e sabe do seu potencial. Isso é muito importante. Vamos focar jogo a jogo, sem ansiedade. A coisas estão acontecendo com naturalidade. Cada jogo é final agora”.

Líder isolado da Segundona com 53 pontos, o Fortaleza volta a campo na próxima sexta-feira, 5, para enfrentar o Brasil de Pelotas, às 20h30min, no estádio Bento de Freitas, em Pelotas. A rodada foi excelente para as pretensões do Tricolor, que viu a vantagem para o quinto colocado, o Guarani, aumentar para oito pontos.

O Povo Esportes

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.