Manutenção do ex-Ceará Pablo, sem jogadores no Brasil e novidade: a convocação de Tite para amistosos

Nesta sexta-feira, o técnico Tite convocou, na sede da CBF, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, a Seleção Brasileira pela última vez no ano de 2018. A lista de 23 nomes escolhida pelo treinador representará o país nos amistosos diante do Uruguai e Camarões, nos próximos dias 16 e 20 de novembro, respectivamente, em Londres.
A convocação apresentou duas novidades importantes para a equipe. Os meio campistas Allan, do Napoli, convocado pela primeira vez, e Paulinho, do Guanghou Evergrande, que volta a ser lembrado pela primeira vez após a disputa da Copa do Mundo, além de Douglas Costa, da Juventus, que volta após ficar de fora da última convocação por ter cuspido em um adversário no Campeonato Italiano.

Outra questão importante para a escolha dos nomes foi o entendimento de Tite que caso convocasse um atleta que atua no Brasil, o tiraria de combate de ao menos duas rodadas do Campeonato Brasileiro. Para evitar isso, o comandante preferiu evitar convocar qualquer nome atuante no país. A única exceção foi o zagueiro Dedé, do Cruzeiro, que segundo o comandante foi algo planejado junto ao clube mineiro.

Assim como as últimas convocações, o comandante decidiu escolher um terceiro goleiro da categoria sub-20, para que haja uma melhor integração e uma aproximação do jovem atleta com os profissionais. O nome da vez foi Gabriel Brazão, do Cruzeiro.

Goleiros

Alisson (Liverpool), Ederson (Manchester City) e Gabriel Brazão (Cruzeiro)

Defensores

Filipe Luís (Atlético de Madrid), Danilo (Manchester City), Eder Militão (FC Porto), Fabinho (Liverpool), Marquinhos (PSG), Marcelo (Real Madrid), Miranda (Inter de Milão), Dedé (Cruzeiro) e Pablo (Bourdeaux)

Meias

Arthur (Barcelona), Casemiro (Real Madrid), Allan (Napoli), Philippe Coutinho (Barcelona), Paulinho(Guangzhou Evergrande) e Walace (Hannover 96).

Atacantes

Douglas Costa (Juventus), Firmino (Liverpool), Gabriel Jesus (Manchester City), Willian (Chelsea), Neymar (PSG) e Richarlison (Everton)



Gazeta Esportiva

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.