Estudantes da rede municipal de Sobral conquistam medalhas na Olimpíada Brasileira de Geografia

Estudantes do 9º ano do ensino fundamental da rede municipal de Sobral conquistaram 18 medalhas de bronze na 3ª fase da Olimpíada Brasileira Geo-Brasil (OGB) 2018, que compreende a IV Olimpíada Brasileira de Geografia (OBG) e a II Olimpíada Brasileira de Ciências da Terra (OBCT). O resultado foi divulgado no mês de setembro, por meio do site oficial da competição.

Em Sobral, 162 estudantes participaram da última fase on-line. As escolas municipais premiadas foram: EIEF Elpídio Ribeiro da Silva e EF Professora Maria José Santos Ferreira Gomes, ambas com seis medalhas; EIEF Deputado Pery Frota e EIEF Manoel Marinho, ambas com três medalhas. 

TURMAS OLÍMPICAS

Além das seis medalhas de bronze garantidas nesta competição, a escola municipal Professora Maria José Santos Ferreira Gomes, no bairro Dom José, coleciona várias premiações em outras competições olímpicas. Segundo o diretor Pedro Grandson, a escola oferece turmas olímpicas com aulas extras até aos sábados para os estudantes interessados em participar de olimpíadas.  Ao final do ano, a escola promove o Prêmio Persistir, no qual são homenageados os alunos que obtiveram destaque em várias áreas.

"Neste ano participamos de 13 olimpíadas e estamos descobrindo outras das quais queremos participar no próximo ano. E envolvemos no trabalho para as olimpíadas professores de Matemática, Ciências, História, Geografia e Português. Eu acho que esse é o caminho para ampliar o currículo dos meninos e diversificar as aulas. Os alunos medalhistas se tornam referências na escola e exemplo para os demais estudantes", explicou.

NASA

A estudante do 9° ano, Ana Pabline Duarte, participa de competições olímpicas desde o ano passado e já coleciona duas medalhas de ouro. Ela também foi uma das medalhistas na terceira fase da OGB 2018. "Foi a primeira vez que a gente participou e a prova realmente serviu para somar ao nosso conhecimento", destaca.

Assim como vários estudantes da rede pública municipal, Ana Pabline também almeja grandes oportunidades. "Primeiro vou realizar o sonho da minha avó. Ela quer alguém na família que se forme em uma faculdade e eu pretendo me formar em física. Depois vou procurar fazer meu mestrado, meu doutorado. O que eu planejo desde os 11 anos é trabalhar na NASA, nos Estados Unidos", conclui a estudante.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.