Lisca detona arbitragem: "Jogamos contra o São Paulo, a torcida e mais três"

Foto: Bruno Aragão/cearasc.com
O técnico Lisca não poupou críticas à arbitragem de Wagner Reway no duelo em que o Ceará perdeu para o São Paulo por 1 a 0, na manhã deste domingo, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. Para o comandante alvinegro, o trio de arbitragem teve influência direta na derrota, ao não marcar um pênalti para o alvinegro e ao expulsar o atacante Leandro Carvalho por reclamação.

"Tivemos um pênalti claríssimo ao nosso favor. O Calyson foi puxado com as duas mãos na frente do árbitro. O árbitro foi muito mal, todo o trio de arbitragem. Nós jogamos contra o São Paulo, a torcida e mais três", afirmou Lisca em entrevista coletiva após o jogo. Já sobre a expulsão, Lisca afirmou não haver motivos para o cartão vermelho. "Ele (Leandro Carvalho) falou na minha frente: 'o bandeira está de sacanagem'". O atleta foi expulso por reclamação.

Além disso, o treinador afirmou que muitas infrações inexistente foram marcadas e que o Ceará deixou de ter várias faltas marcadas em seu favor. "Somos um dos times que menos toma cartão e faz falta no campeonato. Mas, hoje, realmente, ele apitou tudo o que de apitar".

A derrota contra o São Paulo fez com que a distância do Ceará para o primeiro time fora da zona do rebaixamento aumentasse. Antes do término do jogo entre Vasco e Chapecoense, quatro pontos separavam o Ceará no 16º colocado, o próprio Vasco. O jogo terminando empatado essa distância iria para cinco.

Com informações O Povo

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.