Debate sobre o eSocial acontece em Sobral

O impacto do eSocial para as áreas de saúde e segurança do trabalho será tema de debate no dia 23, no Centro Integrado SESI SENAI Sobral, com profissionais da contabilidade, estudantes e pessoas interessadas no assunto. O evento é uma produção do Conselho Regional de Contabilidade do Estado do Ceará (CRCCE) e Sistema FIEC, por meio do Serviço Social da Indústria - SESI Ceará, e contará com a participação do médico do trabalho, Alexandre de Lima Santos, e do engenheiro especialista em Segurança do Trabalho, Luiz Sérgio Nocrato.

Em relação à Medicina do Trabalho, o eSocial irá organizar as informações dos Programais Legais (PPRA, PCMSO), entre outros pontos, de acordo com Alexandre de Lima. "Na Medicina do Trabalho, nossa área de expertise, as informações continuam válidas mas serão organizadas em novo formato. As tabelas específicas de Saúde e Segurança do Trabalho (SST), como tabela de ambiente de trabalho, tabela de condições ambientais de trabalho relacionadas aos fatores de riscos ocupacionais, evento de comunicação de acidente de trabalho, monitoramento de saúde do trabalhador bem como exames toxicológicos para motoristas profissionais, tabelas de equipamentos de proteção coletiva e individual e treinamentos e capacitações". O evento, segundo ele, será um alinhamento técnico sobre o que é o eSocial na área de SST.

eSocial

O Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas (eSocial) é um projeto do Governo Federal, instituído pelo Decreto nº8.373/2014, que unifica o fornecimento de informações trabalhistas, previdenciárias, tributárias e fiscais relativas à contratação e à utilização de mão de obra por todas as empresas, independente de seu porte ou natureza jurídica.

Com o uso dessa plataforma digital, haverá o registro contínuo de tudo o que acontece com o trabalhador dentro da empresa – desde sua admissão até seu desligamento. Ao mesmo tempo, será adicionado a esse enorme banco de dados todo e qualquer evento relacionado à movimentação dos trabalhadores, em termos trabalhistas e previdenciários. Os fatos passam a ser cadastrados em um único lugar, chamado Ambiente Nacional, preparado pelo governo federal.

O objetivo do eSocial é simplificar e organizar a qualidade das informações sobre os registros laborais do empregado, independentemente da forma de contratação. Ao unificar tudo em uma só base de dados, o sistema impacta a gestão das relações de trabalho, em todos os níveis e para todos os empregadores e empregados. Os dados inseridos abrangem mudanças de cargo, alterações de salário, acidentes de trabalho e licença médica, entre outros.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.