Brasil tem maior número de mortes violentas da história; Ceará tem maior aumento do País

Foto: Divulgação 
Dados divulgados pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública apontam que o Brasil registrou 63.880 mortes violentas intencionais em 2017, o maior número de homicídios da história. Em 2016, o número foi 61.597. O registro de homicídios dolosos chegou a 55.900; por latrocínio, foram 2.460, e lesão corporal seguida de morte contabilizou 955 casos.

O Ceará teve, entre 2016 e 2017, o maior aumento do Brasil. A alta foi de 48,6%. A taxa de mortes violentas por 100 mil habitantes foi a terceira maior do Brasil, com 59,1 homicídios para cada 100 mil pessoas. Em 2016, foram 39,8 homicídios por 100 mil habitantes. Os dados ainda não incluem os dados mais recentes, de 2018. Segundo a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), nos últimos quatro meses, houve queda dos homicídios no Estado.

Acima do Ceará em taxa de homicídios aparecem o Rio Grande do Norte, com 68 por 100 mil habitantes, seguido do Acre com 63,9. As menores taxas estão em São Paulo, com 10,7, em Santa Catarina, com 16,5, e no Distrito Federal, com 18,2.

Entre as capitais, Fortaleza teve a segunda maior taxa do Brasil, com 77,3 homicídios por 100 mil habitantes. Ficou atrás apenas de Rio Branco (AC), com 83,7.

O Anuário Brasileiro de Segurança Pública compila e analisa dados de registros policiais sobre criminalidade, informações sobre o sistema prisional e gastos com segurança pública, entre outros recortes introduzidos a cada edição.

Feminicídio e Estupros 

O número de mulheres vítimas de homicídio aumentou 6,1% em relação a 2016. No total, foram 4.539. Destas, 1.133 foram vítimas de feminicídio (em 2016 foram 929).

A taxa de estupros também cresceu no País. Foram 60.018 casos registrados ano passado, aumento de 8,4% em relação a 2016.

Com informações O Povo 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.