Sobral ocupa o terceiro lugar no ranking estadual de acidentes do trabalho

Divulgação/MPT
27/07 é o Dia Nacional de Prevenção de Acidentes do Trabalho. Um balanço parcial divulgado nesta semana mostra que o estado do Ceará mantém média de ocorrências dos últimos anos. Os dados são do Observatório Digital de Saúde e Segurança do Trabalho, ferramenta desenvolvida pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) e Organização Internacional do Trabalho (OIT). 

Do início de 2018 até hoje, 4.973 acidentes do trabalho foram registrados no Ceará. A média é de uma ocorrência a cada hora, com 34 mortes acidentárias. Sobral ocupa o terceiro lugar dos casos de todo o estado, com 509 registros de acidentes. Maracanaú e Fortaleza ocupam a segunda e primeira colocação, respectivamente. A capital cearense registrou 4.548 acidentes do trabalho.

Os dados consideram apenas as ocorrências registradas no INSS por meio de Comunicação de Acidente de Trabalho (CAT) e sugerem uma realidade ainda mais significativa de acidentes não notificados. O site atualiza em tempo real dados do INSS e Ministério da Fazenda para subsidiar projetos, programas e políticas públicas de promoção do trabalho seguro.

Ceará 

Os números de 2018 mantêm a média de ocorrências com trabalhadores no Ceará nos últimos 6 anos: de 2012 a 2017, foram 52.619 registros, ou seja, quase 9.000 acidentes anualmente. No mesmo período, o setor de atendimento hospitalar foi o que mais emitiu CATs no estado (3.971 registros), seguido da fabricação de calçados sintéticos (2.273), fabricação de calçados de couro (2.225) e construção civil (2.134).

Em 40% dos casos, de 2012 a 2017, os acidentados sofreram fraturas ou cortes (laceração, ferida contusa ou punctura). Por isso, o Ministério Público do Trabalho (MPT) firmou acordo nacional com empresas do ramo produtivo de cimento para reduzir o peso da saca de 50 para 25 quilos, nos próximos 10 anos. Somente este ano, já foram gastos mais de R$ 2,4 bilhões em benefícios previdenciários causados por acidentes e doenças do trabalho no Ceará. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.