Idoso de Goiás constrói capela móvel após ter sofrido 7 infartos

Foto: Reprodução
Joaquim Alves da Silva, 88 anos, era acostumado a acompanhar a procissão que vai da cidade de Goianápoles até Trindade, em Goiás, percorrendo 70 km, desde os 14 anos. O homem sempre foi católico, participando de todas as festas do Divino Pai Eterno desde a adolescência por influência da mãe. Depois de alguns problemas de saúde que culminaram em sete infartos e internações médicas, Joaquim decidiu construir uma capela móvel para fazer o trajeto da romaria.

Agradecer por ter superado os infartos é prioridade na vida do idoso. Ele já foi a Trindade a pé, em bicicleta e até em caminhão pau-de-arara. Neste ano, a capelinha que construiu serviu para dar maior conforto na viagem. Foi preciso dez bois para puxá-la. Joaquim contou em entrevista para a TV Anhanguera que pediu a Deus para conseguir projetar pelo menos uma carroça simples. Entretanto, na capela ele consegue dormir e comer. Neste ano, o idoso instalou uma cozinha para complementar o transporte.

Seis dos infartos ocorreram no ano passado. Neste ano, durante o seu trajeto para a romaria, Joaquim sofreu outro ataque do coração. Após passar dois dias internado na UTI, o devoto voltou a trilhar o caminho da romaria para não perder a festa do Divino Pai Eterno. A comemoração católica está ocorrendo em Goiás desde o dia 22 de junho e encerra neste domingo, 1º.

O Povo

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.