Teatro da Terça apresenta o espetáculo Baldio

Foto: Divulgação 
O espetáculo “Baldio” do Grupo Pavilhão da Magnólia (Fortaleza), uma metáfora do abandono social a partir da figura de um cachorro vira-lata, chega ao Theatro São João de Sobral, nesta terça-feira (08/05), compondo a programação de maio do Teatro da Terça. A apresentação acontecerá às 19 horas.

Dirigido pelo chileno Héctor Briones, “Baldio” é resultado de um trabalho de 15 meses, a partir do livro Contos de Lugares Distantes, do escritor australiano Shaun Tan. O paraibano Astier Basílio, vencedor do prêmio Funarte de Dramaturgia em 2014, assina o texto construído em processo e colaborativamente, em parceria com atores, que emprestaram suas histórias de vida para a costura ficcional das cenas. Veio então, o diálogo com o cinema, trazido pela direção audiovisual de Lenildo Gomes e suporte técnico de Victor Grilo.

A obra fala do que há de delicado no violento e da violência de certas delicadezas. A notícia da morte dada a uma criança, uma mãe super protetora, o amor desfeito e o rompimento de laços com o filho são algumas das histórias atravessadas pela figura de um cão, um vira-lata que encarna o abandono em todas as suas facetas, inclusive a social. “A peça se torna uma metáfora do abandono, uma alegoria dos que não sucederam”, resume o diretor.

Classificação indicativa: 18 anos

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.