Roberval humilha a mãe em Segundo Sol e a expulsa de casa

Foto: Divulgação
O personagem Roberval (Fabrício Boliveira) voltou milionário na novela Segundo Sol, mas não vai querer saber da própria mãe, após 18 anos vivendo na África. Ele reencontrou Cacau (Fabíula Nascimento) no capítulo de ontem (28), mas vai se mostrar uma pessoa muito vingativa nos próximos episódios.

Ele marcou um jantar com o bufê da amada, que o dispensou no passado, e ela ficará sem reação no capítulo de hoje, mas um dia depois, levará a mãe do personagem até o hotel em que ele está hospedado. No capítulo de amanhã (30), ela chega com Zefa e ele fica em choque ao abrir a porta e se deparar com as duas.

“Meu filho… Como você tá bonito! Forte, sacudido! Me fala de você”, comemora Zefa, que será humilhada por ele na frente de Cacau. “Por que você trouxe essa mulher aqui? Fui bem claro que não queria ver ela”, dirá ele, sem dirigir a palavra à sua mãe. “Ah, Roberval, é a sua mãe! Baixe a guarda”, diz Cacau.

“Eu te escrevi tantas cartas… Você nunca me respondeu. Você estava na África, mesmo? Conseguiu se formar? Qual é o seu trabalho? Você é feliz, meu filho?”, pergunta Zefa. “Por favor, leve ela daqui”, ordena ele. “Não faz assim! Fale com ela”, insiste a moça.

“Não precisa dizer nada se não é do seu desejo, meu filho, nem me tratar bem, pra mim basta te ver assim, tão bem, forte, com saúde! Isso é um prêmio pra mim! Sofri tanto, por tanto tempo sem notícias”, dirá a senhora, aos prantos, e Cacau continua: “Pelamor de Deus! Não é possível que você seja tão duro”.

“Não tenho nada para falar, ela não é mais minha mãe. Foi ela quem decidiu isso ao escolher ficar com a família dos patrões”, diz ele. “Eu nunca tive escolha, meu filho”, lamenta ela. “Claro que teve. Isso é ridículo”, dispara. “Deixa eu tocar em você… Tocar no seu rosto…”, diz ela, que é tirada dali.

“Leve ela daqui, agora”, ordena ele, de forma brusca. “Eu vou! Mas saiba que sempre vou te amar, te amar igual, profundamente, o amor maior do mundo, não importa o que faça, não importa o que diga, nem o que sente, o meu amor de mãe é todo seu para sempre”, declara a mãe.

“Vem, eu vou levar a senhora”, diz Cacau. “Não, fique com ele, Cacau, por favor. Ele precisa mais de você do que eu”, pede a mãe, que sai e ele bate a porta atrás dela, deixando a morena pasma. “Você foi cruel demais”, dirá ela, e ele a ignora, dizendo que a comida está esfriando.

Em seguida, Roberval começa a agir como se nada tivesse acontecido, e Cacau fica perplexa.

TV Foco

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.