Primeiro míssil brasileiro de alta precisão está em fase final de desenvolvimento

Foto: Divulgação 
O MTC-300, primeiro míssil brasileiro de cruzeiro, está em fase final de desenvolvimento. Projetado pela Avibras, tem 300 km de alcance e precisão na escala de 50 metros. O Exército já encomendou 100 unidades com entrega prevista para 2020. Segundo o jornal O Estado de São Paulo, o investimento no programa é estimado em R$ 2,45 bilhões.

Entrando na fase final de desenvolvimento, com testes de voo sendo realizados, o míssil passou por 13 anos de aperfeiçoamento até chegar a este ponto de evolução. Compacto, com asas retráteis que se abrem após o disparo, motor de aceleração com combustível sólido, navegação por combinação de caixa inercial e GPS, sensor ótico-eletrônico para acompanhar o terreno, o MTS-300 é o míssil mais sofisticado produzido pela empresa.

Durante voos de cruzeiro teste, subsônico, a propulsão foi feita por uma turbina desenvolvida pela Avibrás. O projétil foi desenvolvido para durar dez vezes mais do que o tempo máximo de uma missão de ataque, quatro horas.

Com o poder de fogo do MTS-300, se poderia realizar um disparo múltiplo contra uma frota naval liderada por um porta-aviões que navegasse a até 300 quilômetros do litoral brasileiro, por exemplo.

Iniciadas as vendas, o mercado internacional para o MTS-300 é grande. A empresa desenvolvedora revelou que países como Arábia Saudita, Malásia, Indonésia e Catar, além de três outros países não identificados, estão entre os potenciais compradores.

O Povo

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.