Presos fazem rebelião e tentam matar homens que cumprem pena por estupro

Foto: Divulgação 
Os detentos do presídio de Jaguaruana começaram uma rebelião no ínicio da manhã desta segunda-feira, 9. Os homens mantiveram dois outros presos como reféns. De acordo com o sargento Natan Raiano, que estava no local, a situação foi controlada e as vítimas foram socorridas. O presídio abriga 73 presos e conta com seis celas.

 Segundo as informações do presidente do Conselho Penitenciário do Estado, Cláudio Justa, os presos teriam invadido uma ala em que detentos cumprem pena por estupros e abusos sexuais. O local é separado da área comum dos que estão presos por outros motivos, justamente para evitar brigas. O objetivo dos presos, de acordo com Justa, seria matar dois homens homens desta ala. No momento da rebelião, apenas dois servidores faziam a segurança do local.

Um vídeo circula nas redes sociais de um local próximo ao presídio. No áudio é possível escutar diversos tiros e gritos vindos do lugar da rebelião.

A Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado, responsável pelos presídios do Ceará, confirmou que dois homens foram feridos pelos presos durante a rebelião. Os internos foram encaminhados a um hospital, mas já retornaram ao presídio. Entretanto, a secretaria negou o fato de existirem reféns durante a ação. A situação foi controlada por agentes do Grupo de Ações Penitenciárias (GAP) e pela Polícia Militar.

De acordo com Justa, entretanto, houve, sim, reféns, mas o tempo em que as vítimas ficaram sob dominío dos presos foi curto.


O Povo

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.