Etapa do Mundial de Surfe é cancelada após ataques de tubarões

Foto: AFP
A World Surf League (WSL) anunciou que a etapa de Margaret River, localizada na Austrália, do Circuito Mundial de Surfe, está cancelada. A etapa, que seria a terceira, está cancelada após dois ataques de tubarões acontecerem no local em um intervalo menor do que 24 horas. Durante a semana os surfistas vinham afirmando que não se sentiam seguros e pressionaram a entidade a tomar providências.

"Hoje, a WSL tomou a difícil decisão de cancelar o restante da etapa de Margaret River, como resultado das circunstâncias excepcionais que estão acontecendo nesta temporada envolvendo ataques de tubarão e a segurança dos nossos surfistas. Essa decisão foi tomada após muitas horas de consulta às partes interessadas e especialistas", publicou em comunicado assinado pelo CEO da WSL, Sophie Goldschmidt.

A etapa já havia sido adiada na última segunda-feira devido aos problemas envolvendo tubarões. A competição em Margaret River já estava na sua terceira rodada na disputa masculina, com oito brasileiros ainda vivos. De acordo com  comunicado, existe a possibilidade do evento ser finalizado em outro local. Sobre a pontuação, a WSL afirma ainda não ter decidido o que fará.

"Nossa estrutura competitiva permite a distribuição de pontos em caso de cancelamento. No entanto, não estamos desistindo de completar a competição masculina e feminina neste ano, e vamos comunicar nossos pensamentos sobre isso quando soubermos mais", completou Sophie em nota.

Nesta semana, foram registrados dois ataques de tubarões a menos de 15 quilômetros de Margaret River. Um dos surfistas atacados chegou a ficar seriamente ferido na perna, enquanto o outro viu a sua prancha ser danificada pela mordida do animal.

A próxima etapa do Circuito Mundial de Surfe acontece no Brasil, em Saquarema, no Rio de Janeiro, a partir do próximo dia 11 de maio.

O Povo

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.