Colega de Bolsonaro na academia e amigo do Capitão Wagner, general se diz candidato de centro

Foto: Agência Brasil
Aposta do PSDB para ser candidato a governador do Ceará, o general Guilherme Teophilo afirma ser de centro e rejeita extremismos. Foi colega e amigo de Jair Bolsonaro, pré-candidato a presidente pelo PSL, mas os dois se distanciaram. "Não tenho nada contra ele", afirma, com a ressalva de que apoiará o candidato de seu próprio partido.

Explica que as conversas sobre aliança ainda são inscipientes, mas diz ter no Capitão Wagner (Pros) um grande amigo. Inclusive, recebeu dele o título de cidadão cearense - Teophilo nasceu no Rio de Janeiro, embora sua família seja toda do Ceará.

Acredita no desenvolvimento do Ceará sobretudo a partir da educação. "Os grandes cérebros do Brasil são cearenses. Isso remonta há muito tempo: José de Alencar, nosso presidente Castelo Branco", elenca.

Ele ressalta o desempenho de estudantes egressos do Estado em centros de referência como o Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) e o Instituto Militar de Engenharia (IME). O general acredita, como aposta econômica, em intensificar inovação e na exportação de base tecnológica, e não apenas extrativa, como aço e castanha de caju, que ele considera a base econômica atual.

O Povo

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.