Ciro Gomes é pré-candidato a presidente com mais ações na Justiça contra ele

Foto: Fabio Lima
Segundo levantamento feito pelo jornal Folha de S. Paulo em tribunais superiores, federais e estaduais, de 20 pré-candidatos a presidente pelo País, o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) é o quem é alvo de mais ações na Justiça. São mais de 70 processos de indenização ou crimes contra a honra movidos por adversários políticos.

Um dos que se consideram injuriados é o presidente Michel Temer. O político cearense já o classificou como integrante do "lado quadrilha" do PMDB. Na ocasião, Ciro foi condenadoem primeira instância, mas recorreu.

Além de Temer, o ex-governador do Estado foi processado por Jair Bolsonaro (PSL) - a quem chamou de "moralista de goela" -, José Serra (PSDB) que, segundo Ciro, é "candidato de grandes negócios e negociatas" e João Doria 9PSDB), classificado como "farsante". O presidente do Senado, o cearense Eunício Oliveira (MDB), também processa Ciro Gomes por ter sido chamado de "pinotralha" que, nas palavras do político, é mistura de Pinóquio com Irmão Metralha.

Por meio de sua assessoria, Ciro afirma que não teve o nome mencionado na Lava Jato nem em outra "qualquer roubalheira". Todos os processos, diz, estão ligados a opiniões e não a desvio moral. 


Com informações O Povo

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.