Agredido por homem que queria "salvar" Jesus, ator diz que machucado não foi grave

Foto: Reprodução 
O ator agredido com um capacete durante a encenação da Paixão de Cristo, na cidade de Nova Hartz (RS), afirmou que se feriu, mas está bem. "Me machucou um pouco, mas não foi grave. Sorte que eu estava com a proteção na cabeça, se não teria sido pior", relatou Samir André Rodrigues em entrevista ao portal UOL.

O ataque aconteceu nos momentos finais da apresentação, quando um dos soldados romanos feria Jesus já crucificado com uma lança.

Rodrigues, de 23 anos, é funcionário de um frigorífico da cidade. Ele disse que participa da encenação há cinco anos e nunca havia presenciado uma reação tão violenta do público. "Trabalho como ator voluntário porque gosto mesmo, e jamais a gente espera isso, o cara invadir e te dar com a capacete na cabeça. Isso tu nunca imaginas que vai acontecer", contou o jovem.

Ele afirmou ainda que depois das agressões resolveu dar continuidade à peça, que já estava nos seus minutos finais. "Mesmo assim a gente não parou".

O ator preferiu não registrar boletim de ocorrência contra o agressor. O delegado Fernando Pires Branco, da Delegacia de Polícia de Nova Hartz, explica que o município não disponibiliza do serviço de "plantão" durante os finais de semana. O registro teria de ser feito na cidade de Taquara, distante cerca de 20 km de Nova Hartz.


O Povo 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.