"Virose da Mosca": saiba como prevenir e tratar a doença

Foto: Freepick
A maior incidência de viroses é registrada no inverno. E os casos estão, em sua maior parte, ligados à moscas que muitas vezes têm contato diretamente com fezes de animais e sujeira.

A quantidade de moscas aumenta principalmente em locais que possuem alimentações expostas, como cozinhas de residências ou restaurantes.

Em entrevista ao Sobral Portal de Notícias, a enfermeira e pós-graduanda em Saúde Pública, Pâmela Brito, explicou sobre o assunto. Confira!

Sobral Portal de Noticias - O que vem a ser a "Virose da mosca"?

Pâmela Brito - É uma Infecção do trato gastrointestinal (Gastroenterite) causada pelo consumo de alimentos que tiverem contato direto com a Mosca. Nesse período de chuva, há o grande crescimento de moscas em nossos domicílios, restaurantes... Quando ela pousa em nossos alimentos, levam consigo diversos vírus, bactérias e fungos, contaminando o nossos alimentos, assim ingerimos sem saber e consequentemente adoecemos.

SPN - Quais os principais sintomas da doença?

P.B - Os principais sintomas são: febre baixa, dores no corpo e no estômago, mal estar, diarreia, corizas, vômitos, moleza e ardência nos olhos.

SPN - Quais cuidados devemos ter para prevenir essa virose?

P.B - Primeiramente devemos manter a higiene da cozinha em dia. Evitar que a lixeira fique próximo a pia e fogão, e o mesmo deve ser lavado pelo menos uma vez por semana com água sanitária. Também não devemos manter o lixo dentro de casa por mais de 4 dias. Evitar deixar panelas destampadas e utensílios domésticos expostos ou sujos; Cobrir bem os alimentos; Limpar bem os alimentos antes de consumo; Tomar bastante água para evitar desidratação; Cobrir as janelas com telas contra moscas. Em caso de bebês, manter principalmente, o uso do mosqueteiro; Não comer alimentos que tiveram contato direto com as moscas.

SPN - Qual o melhor tratamento para esse tipo de virose?

P.B - Caso seja viral, os sintomas são mais fracos e geralmente desaparecem em até 5 dias. Se for bacteriana, os pacientes ficam mais debilitados e com quadros mais intensos de febre alta e diarréia. É preciso ter cuidado especial com as crianças, que ainda estão em processo de fortalecimento da imunidade. O principal risco é de desidratação. Os pais devem ficar em alerta com os primeiros sintomas e dar sempre bastante líquido às crianças. Em caso de aparecimento de alguns desses sintomas, recomenda-se que procure o profissional médico para que o mesmo possa dar início ao tratamento adequado.

Por mais cuidado que as donas de casa têm, nem sempre as moscas desaparecem ou "dão uma trégua", neste caso optam por armadilhas caseiras para combater as inquilinas.

Foto: Internet 
Dica

Cravo-da-índia tem um perfume aromático para nós, mas não para as moscas. Elas não suportam o cheiro dessa especiaria, que é amplamente utilizada para fins culinários. Nesta receita para eliminação de moscas, cravos são usados ​​com limão, outro alimento de cujo cheiro as moscas não gostam. Espete os cravos em cada metade dos limões (como na foto) e espalhe pedaços de limão com cravos espetados nas partes da casa onde há maior incidência de moscas.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.