Tesouros Vivos da Cultura Cearense | Sobralense de 83 anos representa a cidade

Foto: Dan Seixas/ECOA
Em março, mês em que se comemora o dia internacional da mulher, escolhemos uma sobralense de 83 anos para representar as mulheres da cidade: Rita de Cássia da Cunha. Essa mulher, que tanto nos honra, foi selecionada pelo edital “Tesouros Vivos da Cultura Cearense” em 2017, realizado pela Secretaria da Cultura do Estado do Ceará.

Com o objetivo de contribuir para o reconhecimento, a proteção e a valorização da diversidade dos conhecimentos, fazeres e expressões das culturas populares e tradicionais no Ceará, esse edital concedeu a titulação dos “Tesouros Vivos da Cultura”, com vistas à preservação da memória cultural e transmissão de seus saberes e fazeres artísticos e culturais. Dona Rita de Cássia é considerada Mestra da Cultura Imaterial pela arte dos fartes, um doce português que acompanha a história da formação da cidade e que ela passa para sua sobrinha (Tomázia), dando continuidade a essa tradição da nossa cultura.

Esse doce, que conta um pouquinho da história do Brasil e da formação de Sobral, pode ser apreciado hoje, através da receita da Dona Rita. Ela relata que a receita foi passada por sua madrinha, Semíramis Nascimento, doceira oficial da cidade na década de 40. Passada de forma oral, a receita ainda é preparada artesanalmente e, seguindo a tradição, dona Rita ensinou a receita a sua sobrinha (Tomázia), que hoje compartilha e mantém esse conhecimento vivo na culinária e na história da cidade.

A massa fina recebe o surpreendente recheio de gengibre, castanha de caju e leite de coco, credenciando os fartes como um saboroso acompanhamento para o chá e o café. Antigamente os fartes eram servidos nas festas das famílias da cidade, juntos aos bulins, queijadinhas, sequilhos e bolos, os doces da época.

Os fartes ficaram adormecidos durante algum tempo, mas a Casa do Capitão Mor, primeira casa construída em Sobral, hoje parte do patrimônio histórico da cidade, está de portas abertas a visitação e resgata essa iguaria, herança da culinária portuguesa, realizando a oficina dos fartes, preservando também o patrimônio imaterial que compõe a história de Sobral e do Brasil.

Durante o mês de Março a Secretaria da Cultura, Juventude, Esporte e Lazer (SECJEL) e o Instituto ECOA Sobral vem com uma programação especial dedicada às mulheres. Como protagonistas, as mulheres integram a programação de ações formativas, shows, espetáculos, exposições e filmes. Em breve programação completa.


Ecoa Sobral 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.