Sobral recebe homenagem pelos excelentes resultados na educação

Foto: Divulgação 
Por ter alcançado os melhores resultados na alfabetização das crianças, o município de Sobral foi homenageado, nesta quarta-feira (28/03), pelo Ministério da Educação. A solenidade realizada no Palácio do Planalto, em Brasília, contou com a participação do prefeito Ivo Gomes, do secretário da Educação de Sobral, Herbert Lima, e da diretora da Escola José da Matta, Mílvia Carvalho, representando todos os educadores de Sobral.

"Além de ter o melhor Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) do Brasil, Sobral também se destaca em leitura, escrita e matemática, nacionalmente. Esses índices não são à toa. São frutos de um trabalho sério de 20 anos e do esforço diário e conjunto de professores, pais e gestores", destacou o prefeito Ivo Gomes.

Os estudantes das escolas municipais de Sobral alcançaram os melhores níveis de aprendizagem de leitura, escrita e matemática, superando as médias do Brasil, Nordeste e Ceará, em todas as habilidades, de acordo com a Avaliação Nacional da Alfabetização (ANA), realizada em 2016.

Na habilidade escrita, 91,36% dos estudantes sobralenses obtiveram os melhores desempenhos, superando a média cearense (70,71%) e nacional (66,15%). Os bons resultados de Sobral também são observados na avaliação da leitura, na qual 83,54% dos estudantes sobralense dominam a competência leitora, enquanto a média do Estado foi de 54,76% e a do Brasil ficou em 45,27%. Na avaliação de Matemática, 83,56% dos alunos sobralenses demonstraram nível adequado de aprendizagem, resultado superior à média do Ceará (51,72%) e do Brasil (45,53%).

MAIS ALFABETIZAÇÃO


Na ocasião, o Governo Federal anunciou a liberação de R$ 523 milhões, nos próximos dois anos, para os municípios que aderiram ao Programa Mais Alfabetização. Sobral é um dos municípios beneficiados com os recursos federais, que serão destinados ao pagamento de assistentes pedagógicos para auxiliarem os professores em sala de aula. Os auxiliares receberão bolsa de R$ 150 por mês para cada turma em que atuarem, podendo acumular até oito turmas. Não há vínculo empregatício e os interessados serão submetidos a uma seleção elaborada pelos municípios.

O programa articula iniciativas focadas na melhoria do ensino e da aprendizagem, em regime de colaboração com estados, municípios e Distrito Federal. Em todo o país, 49 mil escolas serão contempladas pelo programa, com atendimento de 3,6 milhões de estudantes em 156 mil turmas do 1º e 2º anos do ensino fundamental. O Mais Alfabetização é um programa que assegura apoio adicional ao processo de alfabetização às unidades escolares públicas municipais, estaduais e distritais que possuam estudantes matriculados nos 1º e 2º anos do ensino fundamental regular.


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.