População desempregada volta a crescer e soma 13,1 milhões de pessoas, diz IBGE

Foto: Divulgação
O País tinha 13,121 milhões de pessoas em busca de emprego no trimestre encerrado em fevereiro. Assim, a taxa de desemprego no Brasil registrou o segundo crescimento consecutivo no período de dezembro de 2017 a fevereiro de 2018, situando-se em 12,6%, quatro décimos a mais que no trimestre encerrado em janeiro (12,2%), segundo dados oficiais divulgados nesta quinta-feira.

O índice de fevereiro supera a expectativa média de 12,5%, estabelecida pelo jornal Valor Econômico, com base na consulta de 27 analistas.

No período de novembro a janeiro, o desemprego na maior economia da América Latina também subiu quatro décimos, de 11,8% para 12,2%, interrompendo uma série de nove reduções consecutivas.

Comparação com fevereiro de 2017

Mas houve melhora em relação ao mesmo período do ano anterior, segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Há menos 426 mil desempregados em relação a um ano antes, o equivalente a um recuo de 3,1%. O total de ocupados cresceu 2,0% no período de um ano, o equivalente à criação de 1,745 milhão de postos de trabalho.

O contingente de inativos avançou 0,6%, 378 mil pessoas a mais nessa condição.

Como consequência, a taxa de desemprego passou de 13,2% no trimestre até fevereiro de 2017 para 12,6% no trimestre encerrado em fevereiro de 2018.

O nível da ocupação, que mede o porcentual de pessoas ocupadas na população em idade de trabalhar, foi estimado em 53,9% no trimestre terminado em fevereiro.


Agência Estado

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.