Gustavo brilha de novo e Fortaleza abre boa vantagem sobre o Floresta

Foto: Fernando Graziani
O Fortaleza reverteu e ampliou a vantagem do Floresta no primeiro jogo da semifinal do Campeonato Cearense. O Tricolor venceu por 3 a 1, neste domingo, e agora joga até por derrota por um gol na próxima semana, em Horizonte, para chegar até a final do torneio. Já o Floresta, como teve campanha melhor na segunda fase, garante vaga desde que vença por dois gols de diferença.

No primeiro tempo bastaram 23 segundos para o Fortaleza abrir o placar. Bruno Melo apareceu livre pela esquerda e ofertou o gol para Gustavo. O artilheiro do Brasil aproveitou e, de cabeça, fez 1 a 0.

O gol assustou o Floresta que foi incapaz de incomodar o Tricolor. Enquanto isso, o time comandado por Rogério Ceni seguia no ataque e até fazer o segundo gol - marcado contra por Edgar no fim da etapa inicial - perdeu uma série de oportunidades, especialmente com Edinho e Osvaldo, que desperdiçaram chances claríssimas na frente do goleiro Mauro.

Tentando reagir, o Floresta voltou no segundo tempo com Paulo Vyctor e Bruno Ocara, saindo Cláudio Caça-Rato e Veraldo. O objetivo do técnico Oliveira Canindé era ter mais posse de bola e ele teve sucesso neste objetivo, em que pese tal postura não ter sido suficiente para a criação de jogadas efetivamente perigosas de gol.

Já o Fortaleza não tinha o mesmo ímpeto ofensivo e criou sua primeira grande oportunidade na segunda etapa ao 22 minutos, mas Edinho voltou a perder chance evidente de aumentar o marcador, chutando cruzado e vendo Mauro fazer a defesa. O Floresta respondeu aos 25, mas Edson Carius teve seu chute cortado pela zaga.

Aos 27 minutos o técnico Rogério Ceni tirou Felipe e colocou Jean Patrick, mas o Floresta seguia melhor e não por acaso diminuiu o placar. Em falha de Tinga e Roger Carvalho, Paulo Vyctor acreditou na jogada pela esquerda e achou Bruno Ocara na área.

Incomodado com a reação do Verdão da Vila Manoel Sátiro, o Fortaleza se lançou todo ao ataque e mais uma vez contou com o talento de Gustavo para ficar mais tranquilo. Lançado por Alípio - que tinha entrado no lugar de Léo Natel - o atacante tocou de pé direito para vencer o goleiro Mauro. Foi o 15º gol do jogador no ano, artilheiro do país.


O Povo

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.