Comunidade Shalom e Polícia Militar de Sobral propõem ações para superar a violência

Foto: Divulgação/Shalom
Apoiada no apelo da Igreja do Brasil com a Campanha da Fraternidade cujo tema é "Fraternidade e Superação da Violência" e baseada nos altos índices de criminalidade e no desejo de vivenciar a Cultura de Paz na cidade de Sobral, a Comunidade Católica Shalom está propondo em parceria com a Polícia Militar ações em busca de superar a violência na cidade. Membros da Comunidade estiveram reunidos na última quinta-feira, 22, com representantes da Polícia Militar na sede do Terceiro Batalhão da PM/CE.

A pauta foi a troca de informações e ideias acerca da Segurança Pública em Sobral, além do relato de constantes ocorrências nas mediações do Centro Católico de Evangelização Shalom (R. Cel. Mont'Alverne, 1409 - Campo dos Velhos). A reunião contou com a presença do responsável pela Comunidade Shalom em Sobral, Rodielson Silva, além do Coronel Assis e Tenente Marcos Paulo, representando a PM/CE. Além de Rodielson, representaram a Comunidade Shalom Anderson Medina, Carlos Augusto Araújo Cisne e Emanuel Linhares.

As duas instituições se comprometeram em fazer parceria para diminuir as ocorrências, através de trabalho preventivo/ostensivo com os militares e de uma postura formativa/evangelizadora por parte dos missionários. "A sensação de insegurança que assola o nosso País, Estado, cidade e região pode ser amenizada com uma postura conjunta de ambas as Instituições, em não aguardar que o 'predador' venha até nós, mas que nos antecipemos a ele, conforme o modo e forma que a nossa Instituição deva fazê-la", disse Rodielson Silva.

Rodielson Silva disse acreditar que o trabalho desenvolvido pela Unidade Integrada de Segurança (UNISEG) Sobral, comandada pelo tenente Marcos Paulo, possa suprimir as ações violentas. "Acreditamos que o trabalho desenvolvido pelo Tenente Marcos Paulo com a polícia preventiva/ostensiva possa diminuir estes incidentes na região, bem como, a ação evangelizadora dos membros da Comunidade Católica Shalom, intervenha nos corações de cada um desses homens que, de uma forma errada, também buscam a verdadeira Paz!", explica.

Parceria

Para o Tenente Marcos Paulo, a parceria com a Comunidade Shalom será importante no combate à violência, já que a Uniseg busca cada vez mais o auxílio da população local. "A parceria proposta pela Comunidade Shalom é o que queremos de toda sociedade em geral. A ideia de Polícia Comunitária consiste justamente na construção de uma segurança em parceria com a comunidade. O cidadão tem que assumir seu papel no combate a violência e a Polícia Militar de Sobral está de portas abertas para receber o cidadão de bem que quer ser agente de transformação social", ressalta. A parceria precisa ser propositiva, segundo ele. "É muito importante as comunidades nos informarem suas necessidades de segurança, mas é mais importante ainda que sejam propositivas e ajudem de forma direta no combate à violência", completa.

O combate à violência precisa ser gradual, segundo o tenente. "O fenômeno da violência é complexo e as ações realizadas a diminuir a violência geram um resultado gradual. Não adianta querer que seja da noite para o dia. A criminalidade é tipo uma doença, o tratamento é continuado e os efeitos positivos vão evoluindo com o passar do tempo", explica. De acordo com ele, os números de violência em Sobral têm sido reduzidos. "Desde a inauguração da UNISEG já conseguimos reduzir os homicídios em 50% e os roubos em 41%. Mas queremos fazer mais. E o trabalho em conjunto com a sociedade é uma ferramenta importante para alcançamos nosso intento", completa. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.