Grupo de manifestantes declara apoio ao ex-presidente Lula em Sobral

Foto: Dim Albuquerque 
Durante a manhã desta quarta-feira (24), um grupo de manifestantes se reuniu na Praça de Cuba e em seguida, caminharam pelas ruas do Centro de Sobral, em uma manifestação a favor do ex-presidente Lula, que tem um recurso julgado nesta quarta-feira (24) no TRF-4 em Porto Alegre, no caso do triplex do Guarujá.

A manifestação contou com a participação de pessoas ligadas à movimentos sociais, tais como: Central Única dos Trabalhadores (CUT), a União Nacional dos Estudantes (UNE) e o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). A organização não divulgou a quantidade de pessoas presentes, mas segundo a Polícia Militar, a estimativa é de que cerca de 500 pessoas estiveram no local.

Julgamento do recurso

O julgamento do recurso apresentado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no processo do triplex em Guarujá está sendo realizado na sede do Tribunal Regional da 4ª Região (TRF4). A data foi marcada nesta terça-feira (12) pela 8ª Turma da corte, com sede em Porto Alegre. Em nota, a defesa de Lula criticou a "tramitação recorde" do processo (leia a íntegra mais abaixo).

Em julho, Lula foi condenado pelo juiz Sergio Moro, responsável pela Lava Jato na primeira instância, a 9 anos e seis meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no processo envolvendo o triplex. A acusação foi de ocultação da propriedade do imóvel, recebido como propina da empreiteira OAS em troca de favores na Petrobras. Outros dois réus no mesmo processo também foram condenados, e quatro, absolvidos.

A Justiça Federal no Paraná também determinou o bloqueio de R$ 16 milhões, estabelecido como dano mínimo, e o sequestro do apartamento. Lula também teve bloqueados mais de R$ 600 mil de contas bancárias e cerca de R$ 9 milhões que estavam depositados em dois planos de previdência privada. A sentença publicada no dia 12 de julho permite que o petista recorra em liberdade.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.