Estudantes de IES particular protestam contra mensalidades abusivas em Sobral

Foto: Divulgação
Nesta terça-feira (9), estudantes do curso de Arquitetura e Urbanismo do Centro Universitário INTA, protestaram nas redes sociais contra o aumento das mensalidades. De acordo com uma aluna, que preferiu não ser identificada, o aumento foi feito sem qualquer aviso prévio. Ainda segundo ela, mesmo com a mudança no valor do curso não existe uma estrutura adequada para a prática dos estudantes na Instituição de Ensino Superior (IES).

A reportagem do Sobral Portal de Notícias recebeu a denúncia de uma das estudantes do UNINTA. Confira abaixo!

"Nós acadêmicos do curso de Arquitetura e Urbanismos da UNINTA, nos sentimos lesados pela universidade ao verificarmos os valor do semestre 2018.1 e compararmos o valor do credito, que é base de cálculo para o valor da semestralidade. Aumento este, sem aviso prévio e acima da inflação. Exigimos da UNINTA o esclarecimento e a justificação deste aumento. Enquanto não tivermos esse retorno da Universidade e se o mesmo não for plausível, não haverá matrícula dos alunos veteranos do curso. São inúmeras reclamações que a gente vai fazendo sem sucesso. Muitas disciplinas que nós pagamos caro e não temos aula.... Aulas práticas em laboratórios que não existem (pelo menos na época que pagamos os laboratórios nem existiam)... Mudança de grade sem justificativa nenhuma (só aumentam o número de disciplina)... Já chega..."

A assessoria de comunicação do UNINTA foi procurada pela reportagem, mas até o momento não houve nenhuma resposta sobre as medidas que serão tomadas.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.