Torcedores invadem e jogo entre Ponte Preta e Vitória é interrompido

Foto: Folha de São Paulo
O jogo entre Ponte Preta e Vitória não deve receber o apito final do árbitro. Aos 38 minutos do segundo tempo, assim que o Vitória marcou o terceiro gol, que consolidou a virada por 3 a 2, torcedores invadiram o gramado do Moisés Lucarelli. Os atletas e comissões técnicas foram rapidamente conduzidos para os vestiários e alguns jogadores, como foi o caso de Aranha, não conseguiram seguir e foram cobrados pelos invasores.

Assim que o jogo foi interrompido, Luan Peres falou aos microfones das Rádio Central de Campinas e lamentou o acontecido. “É lamentável o que aconteceu hoje aqui. A gente se esforçou, lutamos, mas isso não faz parte do futebol. A virada é coisa do jogo, mas isso que fizeram não dá para aceitar”, disse o defensor. “Não quero sair da Ponte por conta disso. gosto daqui e essas coisas acontecem no futebol. O que não é válido é esse clima e a invasão protagonizada antes do fim do jogo. Muito triste”, completou Luan Peres.

Fernando Miguel foi outro que comentou o fato. Jogadores da Ponte Preta tiveram de se esconder no vestiário do time do Vitória durante a confusão. “Essa é a realidade da nossa sociedade. É lamentável o que aconteceu aqui. Não dá para jogar mais, sem condições”, disse o goleiro.

Ainda não existe nenhuma posição oficial sobre a confirmação do cancelamento da partida.

Com informações Gazeta Esporte e O Povo

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.