Danilo sobe, Diego desce: veja disputas na Seleção e os garantidos na Copa

Danilo Brasil x Japão (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

Se Tite esperava ficar próximo de definir a lista de convocados para a Copa do Mundo, os amistosos contra Japão e Inglaterra podem ter tido efeito contrário. A maioria dos jogadores que ainda precisavam fazer por merecer ir à Rússia deixou brechas para que o técnico ainda possa incluir novos nomes em seu caderno de observações. Em março, ele vai convocar para os amistosos diante de Rússia e Alemanha, que serão disputados nos dias 23 e 27 desse mesmo mês.

Quem já estava garantido na Copa permanece. Cássio e Danilo estrearam com Tite. O goleiro já estava com sua situação bem encaminhada para ser o terceiro, depois de Alisson e Ederson, e o lateral-direito ganhou muitos pontos na disputa pessoal com Fagner.

Por sua vez, Diego, do Flamengo, foi o único atleta de linha que não entrou em campo nos dois amistosos. A ideia de Tite era observá-lo por alguns minutos contra o Japão, mas ele não foi relacionado, em razão de ter se apresentado com uma lesão muscular.

Cotado pelo técnico para ser um homem que possa mudar o rumo de uma partida, ele continua apenas com 48 minutos jogados sob seu comando, no amistoso diante da Colômbia, em janeiro, quando só atletas de clubes nacionais foram chamados.

Veja a situação de cada jogador na corrida pela Copa do Mundo:
GARANTIDOS

Os titulares só não irão à Copa em caso de imprevistos médicos. Dentro da normalidade, estarão na Rússia Alisson, Daniel Alves, Marquinhos, Miranda, Marcelo, Casemiro, Paulinho, Renato Augusto, Coutinho, Neymar e Gabriel Jesus.

Neymar, obviamente, está entre os garantidos (Foto: Reuters)

No banco de reservas, há três jogadores que Tite adoraria ver na equipe, e, portanto, também já carimbaram o passaporte: Thiago Silva, Fernandinho e Willian.
O goleiro Ederson será um dos reservas de Alisson.

QUASE LÁ

Embora Tite ainda olhe para jogadores dessa posição e de outra característica, a forma como utiliza e suas palavras sobre Roberto Firmino indicam que ele será o reserva de Gabriel Jesus, a não ser que alguém tenha imenso destaque nos próximos meses. Diego Souza está atrás na disputa.
Cássio também só precisa não vacilar até a Copa para estar lá.

GANHARAM PONTOS

Danilo fez ótima partida contra o Japão, deu uma assistência para Gabriel Jesus e se colocou como favorito a ser reserva de Daniel Alves na Rússia. Outro que teve boa atuação foi Giuliano, embora pese contra ele a busca de Tite por alguém no meio-campo que tenha maior poder decisão. Hoje, o técnico está refém das mesmas substituições. Sempre entram Willian e Fernandinho.

Diego não jogou pela Seleção nesses amistosos (Foto: Pedro Martins / MoWA Press)

VAGAS ABERTAS
Há quatro posições com indefinições:
Zaga: Jemerson perdeu a disputa pelo alto que originou o gol de Makino, do Japão, e todo lance serve para somar ou tirar pontos nessa etapa de preparação. Gil e Rodrigo Caio já haviam sido os favoritos a essa vaga, mas também acabaram dando brechas para que outros tivessem chances.
Lateral esquerda: Alex Sandro teve boa participação nos últimos jogos, mas seu concorrente tem peso grande para o grupo: Filipe Luís já foi até capitão com Tite e disputou 27 partidas desde a Copa-2014. O desempenho em seus clubes terá bastante peso até a próxima lista.
Meio-campo: Diego não jogou, e Tite segue em busca de outro articulador, além de Renato Augusto. Ele admitiu estar de olho em Hernanes, do São Paulo, e também já usou essa vaga para Luan, do Grêmio. É possível que haja surpresas na convocação para os próximos amistosos.
Ataque: nem Taison nem Douglas Costa fizeram, quando entraram contra o Japão, nada que os aproximasse do Mundial, embora o primeiro tenha se destacado mais. Eles caem no mesmo problema de outras posições: são bons jogadores, mas não se mostraram, pelo menos com Tite, capazes de mudar o curso de uma partida, exigência óbvia para um reserva numa Copa.

Fonte: Globoesporte.com

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.