Barroso descarta candidatura à Presidência

O ministro Luís Roberto Barroso, durante sessão no Supremo Tribunal Federal (Foto: Nelson Jr/STF)

Em nota divulgada nesta quarta-feira (15), o ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal, descartou qualquer possibilidade de se candidatar à Presidência da República.
A hipótese de candidatura do magistrado foi aventada em artigo publicado pelo jornalista Elio Gaspari nos jornais "O Globo" e "Folha de S.Paulo".
No artigo, o jornalista analisa o cenário eleitoral para 2018, e levanta eventuais possibilidades de magistrados e ministros aposentados se candidatarem à Presidência. Como exemplos, cita o ex-presidente do Supremo Joaquim Barbosa, o ministro Barroso e o juiz federal Sérgio Moro.
Na nota divulgada por seu gabinete, Luís Roberto Barroso nega "de forma categórica" que deseje se candidatar. "Eu vivo para pensar o Brasil e ajudar a aprimorar as instituições, mas sempre dentro da minha missão como professor e, circunstancialmente, como ministro do STF", afirma o ministro.
"Em definitivo, asseguro que não passa pela minha cabeça qualquer projeto eleitoral, circunstância que comprometeria a autoridade e a independência de minhas posições”, conclui Barroso no texto.
Nota
Leia a íntegra da nota divulgada pelo ministro Luís Roberto Barroso:
"NOTA À IMPRENSA - MINISTRO LUÍS ROBERTO BARROSO
Li hoje o artigo de Elio Gaspari que, analisando o quadro político, menciona o meu nome como possível alternativa a candidato a Presidente da República. Gostaria de afirmar, de forma categórica, que eu vivo para pensar o Brasil e ajudar a aprimorar as instituições, mas sempre dentro da minha missão como professor e, circunstancialmente, como Ministro do STF.
Em definitivo, asseguro que não passa pela minha cabeça qualquer projeto eleitoral, circunstância que comprometeria a autoridade e a independência de minhas posições”.

Fonte: G1

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.